Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de abril de 2013

Comemorações PS, PCP, BE e PEV nos desfiles do 1º de Maio, PS na CGTP e UGT


PS, PCP, BE e PEV estarão representados nas comemorações do 1º de Maio, com os socialistas a marcarem presença tanto no desfile da CGTP-IN como no da UGT.
PS, PCP, BE e PEV nos desfiles do 1º de Maio, PS na CGTP e UGT
A delegação do PS é chefiada pelo secretário nacional Miguel Laranjeiro, integrando também os secretários nacionais Jamila Madeira e Álvaro Beleza e o deputado Nuno Sá.
.
Os socialistas estarão cerca das 15h00 no desfile da CGTP-IN, entre o Martim Moniz e a Alameda, e cerca das 16h00 no desfile da UGT, do Marquês de Pombal aos Restauradores.
.
O secretário-geral do PCP, Jerónimo do Sousa, participa no desfile promovido pela CGTP, que, como habitualmente, decorre, em Lisboa.
.
Os líderes do BE dividem-se entre Lisboa e o Porto: João Semeado participa no desfile da CGTP na capital e Catarina Martins nas comemorações da mesma central sindical na Invicta.
.
"Os Verdes" estão presentes no desfile da CGTP em Lisboa com uma delegação chefiada pela dirigente Manuela Cunha.
Fonte; NM

Paz EUA aplaudem apoio da Liga Árabe a trocas de terras entre israelitas e palestinianos


O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, aplaudiu esta terça-feira o apoio dado pela Liga Árabe a um acordo de paz entre israelitas e palestinianos prevendo trocas de terras.
EUA aplaudem apoio da Liga Árabe a trocas de terras entre israelitas e palestinianos
Segundo Kerry, a Liga Árabe aceitou pela primeira a possibilidade de aceitar as fronteiras de Israel pré-1967 "com ajustamentos para reflectir trocas de terras mutuamente acordadas, reconhecendo algumas das mudanças que tiveram lugar" nas últimas décadas.
.
"Este é um grande passo em frente", disse Kerry, após um encontro com o seu homólogo espanhol, Jose Manuel Garcia-Margallo.
.
O secretário de Estado norte-americano, que segunda-feira manteve contactos em Washington com a Liga Árabe, tem vindo a sugerir como modelo para as negociações israelo-palestinianas a Iniciativa de Paz Árabe, apresentada pela Arábia Saudita em 2002.
.
A negociadora israelita, Tzipi Livni, qualificou de "importante" a concessão dos países árabes, enquanto compromisso para com o sucesso dos contactos.
.
Para Kerry "ainda há muito trabalho de casa a fazer" e "barreiras a superar", mas na terça-feira foi dado "um passo em frente".
.
"Vamos continuar a andar em frente e a tentar juntar as pessoas à volta da mesa, apesar das dificuldades e desapontamentos", adiantou.
Fonte: NM

Documento Estratégia Orçamental chegou ao Parlamento mas sem medidas


O Governo enviou à Assembleia da República o Documento de Estratégia Orçamental mas ao contrário dos últimos anos, não detalha as medidas de consolidação orçamental necessárias para conseguir o défice dos anos respectivos.
Estratégia Orçamental chegou ao Parlamento mas sem medidas
O Documento de Estratégia Orçamental existe desde 2011 e foi uma exigência do acordo com a troika (composto pelo Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu).
.
O documento entregue nos últimos dois anos não só continha as medidas detalhadas para alcançar o défice do ano em curso como medidas para os anos seguintes e os seus impactos detalhados.
.
No entanto, este ano o Governo optou por não enunciar as medidas com as quais pretende alcançar o défice orçamental deste ano e cumprir as restantes metas orçamentais de um documento que é suposto detalhar a estratégia orçamental entre 2013 e 2017.
.
De fora ficam assim as medidas encontradas para tapar o buraco de 1.326 milhões de euros derivado do chumbo do Tribunal Constitucional a quatro normas do orçamento e dos 500 milhões de euros da deterioração do cenário macroeconómico só para este ano.
.
Ainda de fora ficam também as medidas de corte na despesa estrutural, conhecido vulgarmente como o plano de corte de 4.000 milhões de euros na despesa, tal como o quadro plurianual.
.
O ministro das Finanças anunciou que esses documentos que ficaram de fora do DEO serão conhecidos ainda esta semana.
.
O documento foi aprovado hoje de manhã em Conselho de Ministros e foi disponibilizado às 20h10 na página do Parlamento.
Fonte: NM

Previsões Governo espera taxa de desemprego nos 16,7% em 2017


O Governo prevê que a taxa de desemprego atinja os 16,7% em 2017, depois de um pico de 18,5% em 2014, de acordo com o Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2013-2017, apresentado esta terça-feira aos deputados no Parlamento.
Governo espera taxa de desemprego nos 16,7% em 2017
No documento hoje apresentado, o executivo mantém as previsões do desemprego para este ano, nos 18,2%, começando a inverter ligeiramente a tendência apenas em 2015, ano em que a taxa de desemprego deverá ser de 18,1%. Para 2016, o Governo estima que o indicador caia para os 17,5% e, no ano seguinte, para os 16,7%.
.
Quanto ao desempenho da economia portuguesa, o executivo prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) esteja a crescer 2,2% em 2017, começando a registar um crescimento positivo já em 2014 (0,6%). .
.
Para 2015, o executivo antecipa que o produto cresça 1,5% e, no ano seguinte, 1,8%.
.
O Governo espera que, para o crescimento de 2,2% do PIB em 2017, contribua o investimento (+6,5%), que deverá ser a componente do produto com crescimento mais acentuado nesse ano, seguindo-se as exportações de bens e serviços (+5%).
.
Por outro lado, o executivo estima que o consumo público se mantenha sempre em terreno negativo até 2017, ano em que deverá apresentar um crescimento de -0,9%, ao passo que o consumo privado deverá aumentar 1,2% nesse horizonte temporal.
Fonte: NM

Crise Parlamento cipriota adopta plano de resgate por curta maioria


O parlamento cipriota aprovou esta terça-feira por uma curta maioria o plano de resgate europeu que prevê um empréstimo de 10 mil milhões de euros em troca de contrapartidas draconianas para impedir que Chipre entre na bancarrota.
 Parlamento cipriota adopta plano de resgate por curta maioria
O acordo, concluído com a União Europeia (UE), o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Central Europeu (BCE), foi adoptado com o voto de 29 deputados, ao passo que 27 votaram contra, segundo imagens da votação transmitidas em direto pela televisão privada Sigma.
.
Os deputados do partido de direita no poder Disy, os do seu parceiro centrista Diko e o único deputado do Evroko, outro partido centrista, aprovaram o plano.
.
Os representantes da oposição Akel (comunista) e Edek (social-democrata), um deputado dos Verdes e dois independentes votaram contra.
.
“É um memorando que significa que os grupos mais fracos da nossa sociedade terão de fazer sacrifícios dolorosos como o resto da sociedade. É a única forma, porque assim evitamos a falência e podemos tentar estabilizar o barco nestas águas turbulentas”, afirmou o presidente do partido no poder Disy, Averoff Neophytou.
.
Uma parte do empréstimo de 10 mil milhões de euros a Chipre provirá de uma tributação que pode atingir 60% nas contas superiores a 100 mil euros no principal banco do país, o Banco de Chipre. O segundo maior banco da ilha, o Laïki, entrará em liquidação.
.
Devido ao plano de resgate, Chipre deverá igualmente aumentar os impostos, reduzir os efectivos da função pública e privatizar algumas empresas públicas.
.
A ilha votou também um aumento do imposto sobre as empresas de 10% para 12,5 por cento.
Fonte: NM

Rússia Sete condenados por incêndio que matou 196 pessoas numa discoteca


As autoridades russas condenaram esta terça-feira a penas até nove anos sete pessoas acusadas pelo incêndio que matou 156 pessoas numa discoteca em 2009, provocado por um espectáculo pirotécnico.
Sete condenados por incêndio que matou 196 pessoas numa discoteca
Apesar de alegar a sua inocência, Anatoly Zak, um dos donos do clube nocturno "Cavalo Coxo", na cidade de Perm, nos Urais, foi condenado a uma pena de nove anos e dez meses por homicídio por negligência e falta de segurança, afirmaram as autoridades judiciais de Perm.
.
Mais de 300 pessoas estavam numa festa na discoteca, que apenas dispunha de uma estreita saída. Um espectáculo de pirotecnia ilegal incendiou partes da decoração que derreteram e emitiram gases tóxicos.
.
A maior parte dos mortos sufocou, sem conseguir encontrar a saída: 83 pessoas ficaram gravemente feridas e várias ainda não recuperaram.
.
Seis outros acusados foram condenados a penas entre quatro e seis anos e o responsável regional pelas inspecções de segurança foi multado.
.
No ano passado, o director comercial da discoteca, Konstantin Mrykhin, foi condenado a seis anos e meio de prisão. Tinha fugido para Espanha depois do desastre mas foi preso e extraditado em 2011.
.
O juiz determinou ainda indemnizações no valor de cerca de 37 mil euros para as famílias das vítimas mortais.
Fonte: NM

DEO Governo 'acena' com "bancarrota" e "saída do euro"


O Documento de Estratégia Orçamental (DEO) foi entregue, esta terça-feira, no Parlamento e no seu texto, citado pelo Expresso, é referido que Portugal tem de ter um “empenho contínuo no ajustamento”, caso contrário, arrisca a “bancarrota” e a “saída do euro”, numa consequência mais radical, ou a continuação da troika no País, num desfecho mais moderado.
Governo 'acena' com bancarrota e saída do euro
As linhas da Estratégia Orçamental aprovadas de manhã em Conselho de Ministros e entregues à tarde no Parlamento são muito claras em relação ao caminho que Portugal tem de seguir. De acordo com o DEO, citado pelo Expresso, tem de haver um “empenho contínuo no ajustamento” ou arriscará a “saída do euro” do País.
.
"A alternativa de regressar a comportamentos passados implica, numa versão mais radical, a bancarrota e a saída do euro", lê-se no documento que o Governo prometeu enviar ainda hoje para Bruxelas.
.
Segundo o DEO, "as opções são muito limitadas". Os portugueses têm de se comprometer com "um sentido de responsabilidade" que pode "resolver de forma definitiva os problemas estruturais". O texto adianta que este objectivo passa por "aceitar realidades orçamentais exigentes e encarar de frente decisões difíceis", o que inclui "uma verdadeira transformação das administrações públicas".
.
Caso não se cumpra o caminho da disciplina orçamental e as respectivas reformas estruturais, Portugal arrisca-se, "numa versão mais radical”, a “bancarrota e a saída do euro" e, "numa versão mais mitigada, um percurso penoso com a soberania portuguesa reduzida durante um largo período de tempo".
.
De acordo com o DEO, com esta última hipótese "a troika tornar-se-ia uma presença habitual e constante no nosso País", o que para o Governo significaria "desistir ou adiar a construção de um Portugal aberto e moderno", cita o Expresso.
Fonte: NM

Emprego Procuram-se seis mil pizzaiolos em Itália


O calor do forno parece ter cansado os italianos que se recusam trabalhar nas cozinhas quentes de uma pizzaria. O país tem falta de seis mil pizzaiolos, de acordo com a federação de empresas comerciais de Itália, citada pela CNBC.
Procuram-se seis mil pizzaiolos em Itália
Apesar da mais grave taxa de desemprego em duas décadas, os italianos não querem preencher as vagas para os homens do forno nas pizzarias de Itália.
.
Uma das razões para a falta de pizzaiolos parece ser o facto de os italianos verem nesta função um trabalho “manual e humilhante”, cita a CNBC.
.
A maior parte das pizzas em Itália não sobreviveria sem as mãos dos imigrantes, principalmente egípcios. 
Fonte: NM

Conselho de Finanças Governo subestimou efeitos recessivos das medidas de austeridade


O Conselho de Finanças Públicas considera que o Governo subestimou os efeitos recessivos da austeridade sobre as expectativas dos agentes económicos e os seus efeitos no consumo privado, investimento e emprego, fazendo projecções macroeconómicas demasiado optimistas.
Governo subestimou efeitos recessivos das medidas de austeridade
"Poderá ter sido subavaliado o efeito recessivo das medidas orçamentais, designadamente sobre as expectativas dos agentes económicos, com efeitos no consumo privado, no investimento e no emprego", afirma o Conselho de Finanças Públicas uma análise sobre as contas das Administrações Públicas de 2012.
.
A instituição sublinha por diversas vezes que muitas componentes do quadro macroeconómico construído pelo Governo e revisto ao longo do ano acabaram por se revelar demasiado optimistas, com impacto sobre a execução orçamental de 2012 e que pode ter consequências nas contas deste ano.
.
"As previsões macroeconómicas oficiais para 2012, genericamente alinhadas entre o Ministério das Finanças e as organizações internacionais que prestam assistência financeira a Portugal, revelaram-se optimistas em diversas componentes particularmente relevantes para a execução orçamental, com relevo para o emprego, os preços implícitos no PIB e a evolução da economia ao longo do ano", afirma o Conselho de Finanças Públicas.
.
"As previsões macroeconómicas constituem um elemento central da política económica, uma vez que são amplamente utilizadas como um suporte do processo de tomada de decisão, sendo também importantes na formação das expectativas dos agentes económicos. Por essa razão, o seu grau de fiabilidade é crucial para a concretização dos objectivos orçamentais. A qualidade das previsões assume ainda maior relevância em períodos de rápido ajustamento orçamental e estrutural, na medida em que uma eventual subestimação dos impactos económicos do ajustamento pode comprometer o cumprimento dos objectivos orçamentais", diz ainda.
.
O órgão defende ainda que a dimensão da queda da receita fiscal "suscita dúvidas acerca da razoabilidade da estimativa inicial do impacto das medidas fiscais previstas no Orçamento do Estado para 2012" e ainda que "contrariamente ao implícito nos diversos documentos de programação orçamental publicados pelo Ministério das Finanças, a carga fiscal em percentagem do produto diminuiu em 2012, tendo passado a representar 32,1% do PIB, em termos não ajustados".
.
Outra das críticas do Conselho de Finanças Públicas é a constante utilização de medidas temporárias e em montantes elevados.
.
Segundo os técnicos "a frequência e variabilidade na utilização de medidas temporárias de elevado montante tende a tornar a evolução do saldo global pouco informativa do esforço de consolidação orçamental".
Fonte: NM

Comissão FIFA suspende membro do comité executivo


A Comissão de Ética da FIFA anunciou a suspensão do membro do Comité Executivo Vernon Manilal Fernando, dirigente do Sri Lanka, durante oito anos, proibindo-o de "exercer qualquer actividade relacionada com futebol".
FIFA suspende membro do comité executivo
Segundo o comunicado emitido do organismo máximo do futebol, a comissão decidiu impossibilitar o dirigente, que representava a Confederação Asiática (AFC) no comité, de "exercer qualquer actividade relacionada com futebol, seja esta administrativa, desportiva ou de qualquer outra natureza, nacional e internacional por um período de oito anos, depois de ter sido declarado culpado de várias violações do Código de Ética da FIFA".
.
Vernon Manila, que já tinha sido suspenso preventivamente por 90 dias, no passado dia 11 de março, esteve presente nas audiências realizadas na segunda e na terça-feira.
.
O nome de Vernon Malilal foi citado pela televisão BBC e outros meios de comunicação britânicos como sendo um dos que, em maio de 2011, acompanhou o então presidente da AFC, Mohamed Bin Hammam, numa viagem a Trindade e Tobago, onde o dirigente do Qatar terá tentado comprar votos para a sua eleição à presidência da FIFA.
.
Bin Hammam foi irradiado pela FIFA, mas o Tribunal Arbitral do Desporto anulou a decisão em Junho de 2012, alegando que as provas eram insuficientes. Em dezembro, a FIFA abriu uma nova investigação e manteve a suspensão provisória, levando o dirigente a decidir abandonar todos os cargos no futebol.
Fonte: NM

António Cluny Tribunal de Contas não encontra infracções nos 'swap'


O Ministério Público do Tribunal de Contas esclareceu, esta terça-feira,que não pendem nem deram entrada quaisquer processos de auditoria que evidenciem infracções financeiras relacionadas com os contratos especulativos ‘swap’, entre empresas públicas e bancos.
Tribunal de Contas não encontra infracções nos 'swap'
O esclarecimento surge em comunicado assinado pelo procurador-geral adjunto do Ministério Público do Tribunal de Contas, António Cluny, publicado no portal da Procuradoria-Geral da República.
.
Na nota, António Cluny assinala que "não pendem nem deram entrada" nos serviços do Ministério Público do Tribunal "quaisquer processos de auditoria" em que, "nos respectivos relatórios, tenha sido evidenciada qualquer infracção financeira relacionada com os referidos contratos".
.
O Governo pediu uma investigação aos instrumentos financeiros subscritos por várias empresas públicas e detectou contratos altamente especulativos, que não se limitam a fazer a cobertura de risco - através da fixação da taxa de juro (os designados "swap") - mas que estão dependentes de variáveis complexas, como a variação cambial ou a cotação do petróleo.
.
Na segunda-feira, o presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d'Oliveira Martins, disse que a instituição que preside fez há muito tempo recomendações a várias entidades sobre os contratos dos chamados ‘swap’ de carácter especulativo, e que os apelos continuam por responder.
.
Hoje, o procurador-geral adjunto António Cluny referiu, no entanto, que "não pendem nem deram entrada quaisquer processos de auditoria em que sejam directamente evidenciadas infracções relativas a tais contratos".
.
O magistrado adiantou que também "não pendem nem deram entrada processos em que, por via de 'auditorias de seguimento', o tribunal tenha constatado o não acatamento reiterado e injustificado de recomendações feitas em anteriores processos de auditoria sobre tal matéria".
.
Cluny esclareceu que "não pode" o Ministério Público do Tribunal de Contas, "em sede de responsabilidade financeira, desenvolver, por si mesmo, qualquer iniciativa processual", salvo as que resultem da "apreciação e evidenciação prévias, realizadas em processos e relatórios de auditoria" do tribunal.
.
Hoje, a Procuradoria-Geral da República anunciou que está a analisar os elementos que lhe foram enviados pela Secretaria de Estado do Tesouro sobre os contratos "swap", entre empresas públicas e instituições bancárias.
.
Em causa estão cerca de três mil milhões de euros no perímetro das empresas públicas em responsabilidades potenciais por utilização destes instrumentos financeiros, que levaram à substituição dos secretários de Estado Paulo Braga Lino e Juvenal Silva Peneda, por alegadamente terem autorizado a celebração destes contratos enquanto dirigentes de empresas de transportes.
.
As operações ‘swap’ em contratos de financiamento destinam-se a proteger as partes contratantes das oscilações das taxas de juro, ao trocar uma taxa variável por uma taxa fixa.
.
Os contratos implicam sempre perdas para um dos contratantes, já que existe a obrigação de uma das partes pagar a diferença entre a taxa fixa e a variável.
Fonte: NM

“Tinkerbella nana”, a vespa incrivelmente pequena encontrada na Costa Rica


tinkerbell-fly-2-130424
Batizada em referência à fada Sininho (Tinkerbell, em inglês), a Tinkerbella nana é, provavelmente, a menor vespa que você já viu: perto dela, até uma formiga é gigantesca.
T. nana foi descoberta recentemente na província de Alajeula (Costa Rica) e tem meros 250 micrômetros de comprimento (“micrômetro”, vale lembrar, é a milésima parte de um milímetro). Da mesma forma que outras espécies da superfamília Chalcidoidea, ela é um inseto parasita, que se instala em ovos de outras espécies – o que não é muito bonito de se ver, mas pode ser aproveitado como forma de controle de pragas. Graças ao formato de suas asas, esse tipo de inseto consegue diminuir a turbulência causada quando voa.
O tamanho da T. nana impressiona, mas ainda não se sabe quão pequeno um inseto pode ser. “Se nós ainda não os encontramos, nós ao menos estamos perto de descobrir os menores insetos, com certeza”, aponta o pesquisador John Hubner, um dos responsáveis pela descoberta.
Detalhes da pesquisa foram publicados recentemente no Journal of Hymenoptera Research.[LiveScienceScience 2.0Journal of Hymenoptera Research]
tinkerbell-fly-130424
Fonte: hypescience

O melhor computador para rodar Windows… é um Mac


MBP13_open-windows
Enquanto muita gente se contenta em ter um computador que funcione bem, outros precisam justificar suas escolhas e mostrar aos outros que “são as mais inteligentes”, especialmente na disputa entre Apple e Microsoft. Fãs de Windows citam preços acessíveis e maior variedade de programas compatíveis, enquanto fãs da Apple falam de maior qualidade de produtos e menor incidência de vírus. E o debate entre “fanboys” se estende indefinidamente.
Fugindo um pouco do campo das opiniões e entrando em questões práticas, a empresa de gerenciamento de computadores Soluto monitorou 150 mil notebooks rodando Windows entre 1 de janeiro de 1 de abril de 2013.
Depois de analisar pontos como quedas do sistema e tempo de espera de inicialização, os avaliadores concluíram que o melhor notebook para rodar o sistema é, ironicamente, um MacBook Pro 13″ lançado na metade de 2012 – ele vem instalado com o sistema operacional da Apple, mas é possível instalar uma cópia do Windows usando a ferramenta Bootcamp.
De acordo com os avaliadores da Soluto, a vantagem é que o Windows instalado dessa forma estaria mais “limpo”, sem programas desnecessários incluídos por fabricantes. “Eles deveriam olhar esses dados e procurar fazer computadores que tenham um desempenho tão bom quanto o de um MacBook Pro com instalação ‘limpa’”.
“Alguém poderia dizer que não deveríamos comparar um computador com instalação ‘limpa’ com um PC da Acer ou da Dell que já vem com Windows”, adianta a equipe, “mas, para esse relatório inicial, nós simplesmente comparamos os computadores reais em campo, alguns com a instalação de fábrica e outros com sistema reinstalado pelo usuário. Acreditamos que isso seja mais representativo da realidade”.
Junto com o MacBook, o Top 5 da Soluto tem Acer Aspire E1-571, Dell XPS 13, Dell Vostro 3560 e Acer Aspire V3-771. Notebooks da ASUS, da Samsung e da Toshiba ficaram de fora da lista – até mesmo do Top 10.[Daily TechSoluto]
Fonte: hypescience

Núcleo da Terra é tão quente quanto a superfície do sol?


k-bigpic
Segundo um novo estudo francês, o núcleo interno da Terra é 1.000 graus Celsius mais quente do que pensávamos anteriormente.
As novas medições revelam que a temperatura do núcleo interno da Terra é de 6.000 graus Celsius, tão quente quanto a superfície do sol.
Esse número corresponde a outras estimativas que sugerem uma diferença de temperatura entre o núcleo sólido e o manto de pelo menos 1.500 graus Celsius, fator que contribui para a presença de um campo magnético na Terra.
A diferença de temperatura entre o núcleo e o manto poderia explica como a Terra gera o campo magnético.
O planeta tem um núcleo interior sólido rodeado por uma cápsula externa de líquido, o qual, por sua vez, possui o manto sólido, mas flutuante, acima. É preciso haver uma diferença de 1.500 graus Celsius entre o núcleo e o manto para estimular “movimentos térmicos” que, juntamente com a rotação da Terra, criam o campo magnético.
A temperatura do núcleo medida anteriormente não demonstrava um diferencial suficiente, o que intrigou pesquisadores por duas décadas.

O estudo

Estimativas anteriores baseadas na medição da fusão de ferro colocavam a temperatura do núcleo em 5.000 graus Celsius.
A nova técnica utilizou rápida difração de raios-X, e permitiu aos pesquisadores sondar pequenas amostras de partículas de ferro a pressões intensas para obter uma melhor noção de como o ferro forma cristais e derrete.
Um desafio para os pesquisadores foi o de replicar as pressões monumentais na fronteira do núcleo – um milhão de vezes maior do que ao nível do mar.
Para conseguir isso, eles usaram um dispositivo chamado bigorna de diamante estática aquecida a laser. Com esta ferramenta, os cientistas foram capazes de pegar uma pequena amostra de ferro e colocá-la entre os pontos de dois diamantes sintéticos. O ferro foi posto sob alta pressão e atingido por lasers.
Em seguida, os pesquisadores analisaram a forma como os raios-X ricochetearam os núcleos dos átomos de ferro. Conforme o ferro mudou de sólido para líquido, os cientistas observaram alterações nos padrões de difração, que por sua vez forneceram os dados necessários para medir estados parcialmente fundidos de ferro.
Os pesquisadores descobriram que o ferro tem um ponto de fusão de 4.800 graus Celsius em 2,2 milhões de atmosferas de pressão (até 200 GPa). Extrapolando para 3,3 milhões de atmosferas (a estimativa da pressão entre o núcleo líquido e sólido), os cientistas chegaram ao valor de 6.000 graus Celsius.
O estudo foi conduzido por Agnes Dewaele da agência de pesquisa francesa CEA, juntamente com membros do Centro Nacional Francês para Pesquisa Científica (CNRS) e do Laboratório Europeu de Radiação Síncroton (ESRF) em Grenoble (França), e pode ser lido (em inglês) aqui.[io9DiscoveryDailyMail]
Fonte: hypescience

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Roupa Indústria têxtil do Bangladesh luta por manter negócios após tragédia


Os patrões da indústria têxtil do Bangladesh apelaram esta segunda-feira às multinacionais ocidentais do sector para não deixarem de fazer negócio no país após quase 400 pessoas terem morrido no desmoronamento de uma fábrica.
Indústria têxtil do Bangladesh luta por manter negócios após tragédia
A tragédia do Rana Plaza pôs em evidência a falta de condições de segurança na indústria de fabrico de vestuário do Bangladesh - a segunda maior do mundo a seguir à China -, que vale 15,2 mil milhões de euros.
.
As marcas Primark (Reino Unido) e Mango (Espanha) já confirmaram que as suas roupas eram fabricadas no edifício Rana Plaza, enquanto a italiana Benneton disse que apenas uma encomenda tinha sido ali fabricada.
.
Os fabricantes do Bangladesh reuniram-se hoje com representantes de pelo menos 30 das principais marcas de roupa, como a H&M, Walmart e Gap para lhes tentar dar garantias de segurança.
.
Fabricantes e marcas compradoras comprometeram-se a formular juntos um plano de segurança eficaz.
.
O representante da associação dos fabricantes têxteis do Bangladesh, Shahidullah Azim, afirmou que tentaram dar às marcas garantias de que estão a "agir para evitar a repetição de tragédias" como a do Rana Plaza, pedindo-lhes para "não cancelar encomendas e envios".
.
"Precisamos da ajuda deles, fazem parte de nós", afirmou Azim em nome de mais de 4.500 fábricas.
.
O vice-presidente da marca Li and Fung, de Hong-Kong, reconheceu que as marcas estão a pensar se se vão manter no Bangladesh.
.
"Creio que hoje, na maior parte dos países, as marcas estão reunidas para pensar se podem ou não continuar a comprar ao Bangladesh. Pode parecer cruel, mas é a realidade", afirmou à agência France Presse.
.
Cinco dias depois do colapso do edifício de oito andares em que trabalhavam cerca de 3.000 trabalhadores têxteis, os organizadores das buscas para encontrar mais sobreviventes mandaram hoje gruas para o local.
.
O número total de mortos está estimado em 382 mas espera-se que mais cadáveres sejam encontrados com o uso de maquinaria pesada para ajudar a remover escombros.
.
Estes equipamentos não tinham sido ainda usados devido ao receio de que pudessem levar a novas derrocadas que provocassem a morte a sobreviventes apanhados entre as ruínas.
.
Muitas pessoas que estavam a trabalhar no edifício que ruiu estão ainda desaparecidas. Centenas de familiares esperam ainda no local da derrocada pela descoberta de sobreviventes mas as autoridades têm pouca esperança de que possam ser encontrados.
.
A indústria têxtil representa 80 por cento das exportações do Bangladesh e emprega mais de 40 por cento da mão-de-obra industrial do país.
.
A maioria dos operários têxteis ganha menos de 30 euros por mês e trabalha cerca de dez horas por dia, seis dias por semana.
Fonte: NM

ANSR Acidentes com ciclistas aumentaram 10% em dez anos


O número de acidentes com vítimas envolvendo ciclistas aumentou cerca de 10% em Portugal, numa década, preocupação que levou a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) a lançar hoje uma campanha para estes condutores.
Acidentes com ciclistas aumentaram 10% em dez anos
O protocolo de lançamento da campanha ‘Duas ou quatro rodas, há espaços para todos’, que juntou a ANSR, PSP, GNR, Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicletas e a Sport Zone, foi assinado no Ministério da Administração Interna e tem como objectivo sensibilizar os ciclistas para as regras de segurança na estrada, riscos e comportamentos a adoptar, tendo em conta a tendência para o aumento da utilização de bicicletas.
.
Segundo a ANSR, o número de ciclistas intervenientes em acidentes com vítimas aumentou cerca de 10%, entre 2002 e 2011, enquanto os desastres com condutores de outros veículos apresentaram uma redução de 23 por cento.
.
Apesar deste agravamento, os acidentes com ciclistas representam seis por cento do total de desastres, referem os dados, a que agência Lusa teve acesso.
.
No âmbito do protocolo da campanha promocional da utilização da bicicleta, as quatro entidades vão promover, em conjunto, a utilização da bicicleta através de suportes físicos de comunicação, da Internet e de meios audiovisuais.
.
Na cerimónia, o secretário de Estado da Administração Interna, Filipe Lobo D´Ávila, afirmou que esta campanha pretende, na sequência da aprovação do novo Código da Estrada, "dar uma nova dimensão ao uso da bicicleta, como forma de mobilidade sustentável, e sensibilizar todos para os cuidados a ter, para os comportamentos a adoptar".
Fonte: NM

Itália Letta quer "dar o exemplo" e tira salário a (alguns) ministros


O primeiro-ministro italiano, Enrico Letta, mal tomou posse e já está fazer mexidas, pelo menos, em algumas ‘cadeiras do poder’. O governante fez saber que a primeira medida do Executivo que lidera assenta em suspender os ordenados dos ministros que, ao mesmo tempo, desempenhem funções de deputados.
Letta quer dar o exemplo e tira salário a (alguns) ministros
“Dar o exemplo”. Este foi o mote evocado pelo novo primeiro-ministro de Itália, Enrico Letta, para sustentar a supressão dos vencimentos dos ministros que também sejam deputados, indica a RTP Informação.
.
A primeira medida a ser anunciada pelo seu governo, esta segunda-feira empossado, parece pois querer transmitir sinais de efectiva mudança naquele território, que anda à deriva do ponto de vista político desde as últimas eleições legislativas.
.
Saliente-se que Letta impôs a si mesmo uma meta de 18 meses para cumprir as reformas a que agora se propõe, sob pena de se demitir em caso de insucesso
Fonte: NM

Especialista Ambiente pode render 3 mil milhões a Portugal


Um especialista da Agência Europeia do Ambiente defendeu esta segunda-feira que Portugal pode conseguir receitas de cerca de três mil milhões de euros, com novas medidas no ambiente, como criação de novas taxas e aumento das já existentes.
Ambiente pode render 3 mil milhões a Portugal
"Propomos 20 medidas relacionadas com o ambiente que, juntas, podem representar receitas de cerca de três mil milhões de euros para Portugal, um montante que pode ser utilizado para baixar os impostos sobre o trabalho", disse à agência Lusa Mikael Skou Andersen, da Agência Europeia do Ambiente.
.
Um relatório daquela instituição, que será apresentado na terça-feira, em Lisboa, detectou áreas em que Portugal pode melhorar, no que respeita à aplicação de impostos no ambiente, mas também na redução de "subsidiação" como a referente à atribuição de automóveis pelas empresas aos seus funcionários.
.
No contexto europeu, "Portugal está a fazer um bom trabalho, já com muitas taxas aplicadas", embora o desempenho possa ser "modesto", mas "há uma oportunidade para ir mais longe e isso pode ser uma forma de aliviar os impostos sobre o trabalho", disse o especialista.
.
Para Mikael Skou Andersen, "Portugal tem altos subsídios para carros das empresas e aí há potencial para ir mais ao encontro do que se passa no resto da Europa".
.
"Há muitos carros de empresa em Portugal" e, entre os segundos automóveis, principalmente aqueles de maiores dimensões, muitos são atribuídos pelas empresas, e isso representa mais veículos na rua e mais poluição, como afirmou.
.
"Há aí um grande potencial de melhoria na economia simplesmente retirando subsídios actualmente aplicados", realçou o especialista da Agência Europeia do Ambiente.
.
Na "oportunidade" de introduzir novas taxas, Mikael Skou Andersen apontou exemplos de áreas como as que dizem respeito à emissão de dióxido de carbono, à utilização de pesticidas ou às embalagens.
.
Segundo este especialista, dos três mil milhões de euros, 2,2 mil milhões viriam precisamente de novas cobranças ambientais.
.
As taxas relacionadas com o ambiente incluem várias áreas, dos veículos ao lixo, à poluição do ar e da água, aos pesticidas ou às embalagens.
.
A ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território (MAMAOT) já tinha falado na intenção do Governo de analisar possibilidades de novas medidas fiscais nesta área.
.
Em Dezembro do ano passado, Assunção Cristas disse que iria recolher experiências de outros Países e de organizações internacionais que ajudassem Portugal a "desenhar" instrumentos para o futuro.
.
Na terça-feira, a ministra é uma das presenças previstas na conferência ‘Taxa verde: um contributo para a sustentabilidade’, na qual participam vários especialistas nesta matéria, da Agência Europeia do Ambiente e também de instituições portuguesas, como a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).
Fonte: NM

Ministros Paulo Macedo tece elogios a "solidariedade"... de Gaspar


O ministro da Saúde, Paulo Macedo, elogiou esta segunda-feira a “solidariedade” do titular da pasta das Finanças, Vítor Gaspar, pelo esforço que tem feito para dotar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) de meios financeiros.
Paulo Macedo tece elogios a solidariedade... de Gaspar
“O ministro da Finanças tem demonstrado uma total solidariedade com a área da saúde e com as outras áreas sociais. Basta lembrar a dotação adicional de 1.500 milhões de euros que a saúde teve”, recordou Paulo Macedo.
.
O ministro falava hoje, em Amarante, à margem da inauguração do novo hospital da cidade.
.
Paulo Macedo comentava aos jornalistas a possibilidade de o seu ministério ser obrigado a cortar despesas, no âmbito das medidas que o Governo vai tomar, no Conselho de Ministros de terça-feira, para compensar o facto de terem sido consideradas inconstitucionais algumas normas do Orçamento do Estado deste ano.
.
O membro do Governo não confirmou se os cortes serão de 200 milhões de euros em 2013, frisando que a matéria ainda será apreciada pelo Conselho de Ministros.
.
Contudo, o ministro admitiu que a redução da despesa na área que tutela, que não quantificou, passará por “reduzir as margens de empresas de dispositivos clínicos, que têm lucros altíssimos”.
.
Para Paulo Macedo, há a preocupação de, face às decisões do Tribunal Constitucional, não “pôr o ónus nos utentes e nos cidadãos”, para se “ter a certeza que o SNS continua universal”.
.
Por isso, sublinhou haver “a certeza” que “as taxas moderadoras não vão aumentar”, para “não afastar as pessoas do SNS”.
.
“Há um largo consenso sobre ser difícil haver maiores restrições na saúde. Conseguimos racionalizar um conjunto grande de áreas. Temos de encontrar outras áreas de eficiência para não onerar as pessoas”, reafirmou.
.
O hospital hoje inaugurado em Amarante, que custou 30 milhões de euros, foi elogiado por Paulo Macedo.
.
O ministro considerou a abertura do equipamento como um sinal de que o Governo, apesar do momento difícil que o país atravessa, continua empenhado na defesa do Serviço Nacional de Saúde e em melhorar os cuidados de saúde prestados à população.
.
Esta nova unidade, que integra o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, está dimensionada para fazer 10.000 cirurgias por ano e responder a 60.000 situações de urgência básica.
Fonte: NM

Projecto Cinco municípios de Portalegre reduzem factura energética em 60%


Cinco municípios do distrito de Portalegre reduziram, nos últimos meses, as facturas energéticas em cerca de “60%”, depois de aderirem ao projecto ZEroCO2, iniciativa promovida pela Comissão Europeia.
Cinco municípios de Portalegre reduzem factura energética em 60%
Em declarações à agência Lusa, Tiago Gaio, da Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo (AREANATejo), entidade parceira do projecto, mostrou-se esta segunda-feira “satisfeito” com os resultados obtidos com o plano de poupança energética, que termina no final deste mês.
.
Aderiram ao projecto, que conta também com a participação da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), os municípios de Alter do Chão, Avis, Gavião, Marvão e Sousel.
.
De acordo com Tiago Gaio, o projecto ZEroCO2 é financiado em 75% pelo Programa de Cooperação Transnacional do Espaço Mediterrâneo (MED) da Comissão Europeia, envolvendo parceiros públicos e privados de vários países, tais como Grécia, Espanha, Itália e Portugal.
.
Tiago Gaio falava à margem da apresentação dos resultados do projecto, no âmbito da conferência ‘Projecto ZEroCO2 - Sustentabilidade energética: o desafio do pacto de autarcas’, que decorreu hoje nos serviços centrais do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP).
.
No âmbito do projecto, os municípios aderiram ao ‘Pacto de Autarcas’, iniciativa também promovida pela Comissão Europeia e que tem como objectivo atingir as metas da estratégia 20/20/20 para 2020, estando em curso vários planos de acção para o desenvolvimento de energias sustentáveis.
.
“Uma outra medida também importante foi a implementação de sistemas de energias renováveis que permitam atingir parte dos resultados, destacando-se a instalação de sete sistemas solares e de um de biomassa em oito edifícios dos municípios envolvidos”, explicou.
.
De acordo com Tiago Gaio, ao implementarem as medidas, os municípios alentejanos investiram cerca de “200 mil euros”, sendo este investimento “inerente” à redução do consumo de energia fóssil superior a “80%”.
.
“Os municípios reduziram a sua factura energética nestes oito edifícios em aproximadamente 60%, com a implementação deste projecto de energias renováveis, o que resulta, mais ou menos, numa poupança anual na ordem dos 45 mil euros”, indicou.
.
Para Tiago Gaio, o período de retorno do investimento será de aproximadamente “quatro anos e meio”, mas, com a comparticipação do programa comunitário, vai sofrer uma redução “significativa”.
.
Em declarações à Lusa, o presidente da CIMAA, Armando Varela, disse esperar que, no futuro, o distrito de Portalegre venha a “diminuir ainda mais a factura energética”, acreditando que até 2020 sejam investidos cerca de “100 milhões de euros” naquele território para atingir estes objectivos.
.
O presidente da CIMAA espera ainda que os restantes 10 municípios do distrito de Portalegre venham a aderir a este tipo de iniciativa, com o objectivo de “garantir” os fundos comunitários para que, até 2020, os investimentos a nível de eficiência energética possam atingir os 100 milhões de euros.
Fonte: NM

Condecoração Luso-canadiano que chefia protocolo do Vaticano vive "momento histórico"


O Presidente da República, Cavaco Silva, condecorou esta segunda-feira José Avelino Bettencourt, chefe de protocolo da Secretaria de Estado do Vaticano, salientando que este luso-canadiano, de 50 anos, vive “um momento histórico” ao servir “dois Papas”.
Luso-canadiano que chefia protocolo do Vaticano vive momento histórico
“Vive um momento histórico, porque imagino que poucos chefes de protocolo ao longo dos séculos tiveram o privilégio de servir dois Papas. Deve ser um caso único, mas com certeza que isso fará parte das suas memórias”, afirmou Cavaco Silva, numa intervenção durante a cerimónia no Palácio de Belém, que contou com a presença, entre outras figuras, do ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, e do Núncio Apostólico em Portugal, Monsenhor Rino Passigato.
.
José Avelino Bettencourt, que hoje recebeu a Comenda da Ordem Militar de Cristo, foi nomeado em Novembro de 2012 pelo Papa Bento XVI chefe de protocolo.
.
O chefe de Estado português sublinhou, na mesma intervenção, as diferenças entre os dois pontífices, e os desafios que a “simplicidade refrescante” do Papa Francisco, eleito no passado dia 13 de Março, pode representar para um chefe de protocolo.
.
“Trouxe algo que nos surpreendeu que foi uma grande simplicidade, uma simplicidade refrescante. E com certeza, um Papa com estas características traz novos desafios a um chefe de protocolo”, afirmou.
.
Cavaco Silva frisou a importância e o “peso da responsabilidade” das funções assumidas por José Avelino Bettencourt.
.
“Numa Santa Sé milenar, um chefe de protocolo assume uma grande responsabilidade. É um instrumento da maior importância na política externa e na diplomacia. O protocolo dá uma solenidade aos diferentes actos. O protocolo estabelece o respeito mútuo aos intervenientes nos respectivos processos de contacto entre os diferentes Estados”, destacou.
.
Sobre a ligação de José Avelino Bettencourt a Portugal, o Presidente da República salientou o “orgulho” como este padre luso-canadiano, nascido na ilha de São Jorge (Açores), afirma a sua qualidade de cidadão português.
.
“Toca-nos a forma como pratica, e bem, a nossa língua e como refere com frequência que é português e como tem feito todos os possíveis para ajudar [o país] (…) principalmente quando está em causa o reforço das excelentes relações que mantemos [Portugal] com a Santa Sé”, concluiu Cavaco Silva.
Fonte: NM

TAP Vontade de ir à casa de banho dá direito a ser expulso de avião


Um passageiro da TAP foi expulso de um avião da companhia aérea nacional por manifestar vontade de ir à casa de banho, noticia o jornal i. Álvaro Castro, empresário do Porto visado, afiança que irá processar a empresa, bem como a chefe de cabine que o proibiu de usar os lavabos.
Vontade de ir à casa de banho dá direito a ser expulso de avião
Humilhado. É desta forma que o empresário nortenho, Álvaro Costa, que voava num avião da TAP com destino a Roma, diz sentir-se face a uma ordem de expulsão que terá recebido por parte da chefe de cabine quando se dirigia à casa de banho.
.
O passageiro viria efectivamente a ser expulso do aparelho, sendo que para o efeito foi necessária a intervenção da PSP, adianta o jornal i.
.
Embora o Álvaro Costa admita que havia sido advertido pela responsável para não fazer uso dos lavabos, assegura também que a abordagem da chefe de cabine foi imprópria, sentindo-se humilhado com a situação.
.
Como tal, o empresário do Porto garante que irá processar a TAP, bem como a funcionária da transportadora portuguesa.
Fonte: NM

Nigéria Piratas raptam cinco marinheiros de navio de abastecimento


Cinco marinheiros foram sequestrados no dia 25 de Abril por piratas armados que atacaram um navio de abastecimento ao largo da região petrolífera do sul da Nigéria, anunciaram esta segunda-feira a Organização Marítima Internacional (OMI) e uma fonte de segurança.
Piratas raptam cinco marinheiros de navio de abastecimento
Segundo a OMI, o ataque realizado por "catorze piratas fortemente armados" ocorreu a cerca de 45 milhas náuticas da cidade de Brass.
.
Os marinheiros estrangeiros raptados são três homens do Sri Lanka, um da Rússia e um marinheiro de Myanmar.
.
Os raptos de piratas ocorrem normalmente no Golfo da Guiné, Nigéria, Benin e Togo e, muitas vezes, os reféns são libertados após o pagamento de um resgate.
.
Os piratas também roubaram petróleo bruto de navios ao serviço da indústria de petróleo da Nigéria, que é a oitava maior produtora do Mundo.
Fonte: NM

Passos Governo espera reunir-se em breve com PS para debater propostas


O primeiro-ministro afirmou esta segunda-feira que o Governo espera reunir-se brevemente com o PS para debater as propostas apresentadas pelos socialistas e a estratégia para o crescimento aprovada na semana passada em Conselho de Ministros.
Governo espera reunir-se em breve com PS para debater propostas
Em conferência de imprensa, no final de um encontro com o seu homólogo irlandês, na residência oficial de São Bento, em Lisboa, Pedro Passos Coelho reiterou que "o Governo está absolutamente aberto a encontrar pontes de diálogo e entendimento" com o PS sobre "matérias de fundo" como o crescimento.
.
Questionado sobre as propostas apresentadas no Congresso do PS deste fim-de-semana, o primeiro-ministro respondeu que o executivo PSD/CDS-PP "não deixará de olhar para as medidas que o PS vier a apresentar ou que tenha já apresentado no passado, de modo a estudar a sua viabilidade".
.
O chefe do Governo referiu que a estratégia para o crescimento que o Conselho de Ministros aprovou na generalidade foi enviada aos parceiros sociais e políticos.
.
"Nós teremos oportunidade de discutir com os parceiros sociais, ainda esta semana, quinta-feira, esse documento, de modo a obter os inputs necessários dos parceiros sociais para essa estratégia, e faremos o mesmo com os outros partidos políticos, nomeadamente com o PS", acrescentou.
.
"Esperamos que a marcação dessa reunião possa ocorrer tão brevemente quanto possível e, nessa altura, teremos uma boa ocasião para fazer a avaliação dessas medidas que o PS apresentou", concluiu
Fonte: NM

Reunião Eurodeputados preocupados com desemprego jovem em Portugal


Uma delegação de 13 deputados da comissão dos Assuntos Económicos do Parlamento Europeu (PE) encontra-se em Portugal para tomar contacto com o programa de ajustamento económico, com o desemprego entre os jovens a merecer especial atenção.
Eurodeputados preocupados com desemprego jovem em Portugal
"Isto [desemprego jovem] é um desastre. Todos temos de encontrar formas para o remediar, mas não é fácil" afirmou a presidente da comissão do PE, a liberal Sharon Bowles, lamentando a taxa de cerca de 40% de desemprego entre os jovens em Portugal.
.
A responsável falava aos jornalistas no final de um encontro de 40 minutos da delegação de eurodeputados com o ministro das Finanças, Vítor Gaspar.
.
Na reunião, o governante explicou algumas das reformas estruturais desenvolvidas por Portugal, tendo os membros do Parlamento Europeu mostrado "interesse" com o chumbo recente do Tribunal Constitucional a medidas do Orçamento do Estado, admitiu Sharon Bowles.
.
O encontro contou com a presença de quatro eurodeputados portugueses: José Manuel Fernandes, eleito pelo PSD, Diogo Feio, pelo CDS-PP, Elisa Ferreira, pelo PS, e Marisa Matias, pelo BE.
.
Para José Manuel Fernandes, é preciso haver um "rigor orçamental inteligente, que não mate a economia e não impeça o crescimento".
.
O eurodeputado eleito pelo PSD realça, contudo, que Portugal é visto no estrangeiro como um "País cumpridor", o que é importante pois traz "credibilidade" para se ir revendo o memorando de entendimento "como já foi revisto", nomeadamente a nível de maturidades.
.
Já Diogo Feio diz que da reunião "informativa" com o ministro ficou patente junto dos deputados europeus o "grande esforço e muitas vezes sofrimento que o povo português tem tido" no cumprimento do programa.
.
"Tudo tem o seu limite. Tudo tem o seu fim", declarou o deputado eleito pelo CDS-PP, que se escusou a comentar com maior detalhe questões da política interna do país.
.
À esquerda, Marisa Matias disse aos jornalistas que Vítor Gaspar foi "muito claro ao insistir mais uma vez que o [combate ao] desemprego não é uma das metas do programa de ajustamento".
.
"Parece-me mais que óbvio que o combate ao desemprego tem de passar a ser uma das metas do programa sob pena de não termos rigorosamente nada a fazer em termos de recuperação da economia", sublinhou a eurodeputada eleita pelo BE.
.
Elisa Ferreira, por seu turno, lamentou que o centro do encontro tenha sido o equilíbrio das contas públicas, pelo que ficaram "sem resposta" as questões referentes ao desemprego na população.
.
Vítor Gaspar, contudo, mostrou-se "muito sensível" com o desemprego jovem, acrescentou a eurodeputada socialista, que critica que "o foco" nunca tenha estado no crescimento económico, cenário que deve passar a "central" na agenda do memorando de entendimento.
.
Os eurodeputados reuniram-se posteriormente com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.
.
Na terça-feira, dia final da visita dos membros do PE, estão agendados encontros, entre outros, com o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, diversos parceiros sociais e deputados das comissões de Assuntos Europeus, Economia e Obras Públicas bem como da comissão de acompanhamento do programa firmado com a troika (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).
Fonte: NM

Aveiro Volkswagen absolvida de pagar indemnização por alegado defeito em airbag


O tribunal de Aveiro absolveu a Volkswagen do pagamento de uma indemnização de 883 mil euros a uma mulher que ficou cega na sequência de um acidente de viação, que ocorreu em 2005, em Aveiro.
Volkswagen absolvida de pagar indemnização por alegado defeito em airbag
A autora alegava que o airbag da sua viatura não abriu, na altura do acidente, devido a um presumível defeito no produto, o que fez com que batesse violentamente com a face no volante.
.
Apesar de dar como provado que o airbag não deflagrou, o tribunal entendeu que "não se demonstrou que esse facto tenha sido motivo ou causa determinante dos ferimentos que afectaram gravemente a demandante".
.
"Desconhece-se a causa concreta ou objectiva que determinou as lesões sofridas pela autora, não estando demonstrado que tenha sido o não funcionamento do airbag, por força de um facto eventualmente imputável às rés, a determinar à autora os danos", lê-se na sentença a que a Lusa teve hoje acesso.
.
Nas alegações finais, o defensor da Volkswagen havia dito que não podiam ser assacadas quaisquer responsabilidades à construtora automóvel alemã, porque o volante que estava na viatura, na altura do acidente, não era o volante original.
.
O causídico lamentou ainda que não tivesse sido possível fazer uma perícia ao automóvel sinistrado, porque a autora "entendeu alienar o veículo para a sucata".
.
"Só este meio de prova podia demonstrar se, de facto, as circunstâncias do acidente, eram de modo a provocar a activação dos aparelhos e se os airbags tinham aberto ou não, no momento da colisão", afirmou.
.
Os advogados da SIVA, importador da Volkswagen em Portugal, e da empresa que vendeu o veículo ligeiro de passageiros à autora, que são co-arguidos no processo, também levantaram dúvidas em relação ao volante da viatura, admitindo que a autora terá trocado o volante original por outro sem airbag.
.
O advogado de Edite Paciência pediu a condenação das rés, com excepção da SIVA, atribuindo as lesões sofridas pela sua cliente, na sequência do acidente, a um "defeito no airbag que não deflagrou, como devia ter acontecido".
.
Os factos remontam a 21 de Março de 2005, quando Edite Paciência, de 37 anos, se deslocava de casa para o trabalho, na sua viatura, que tinha adquirido há menos de um mês.
.
A automobilista terá perdido o controlo do carro na estrada do Carrajão, em Oliveirinha, e foi embater de frente contra um pesado de mercadorias que circulava no sentido contrário.
.
A vítima teve de ser desencarcerada e foi transportada para o hospital de Aveiro, sendo depois transferida para os Hospitais da Universidade de Coimbra onde permaneceu em coma durante cinco dias e esteve mais de três meses internada.
.
Na sequência do acidente, Edite Paciência ficou cega e sofreu varias fracturas na face, tendo sido submetida, nos últimos anos, a diversas intervenções cirúrgicas de reconstrução maxilofacial.
Fonte: NM

Habitação Um morto e um ferido grave em incêndio em Évora


Um homem de 80 anos morreu esta segunda-feira na sequência de um incêndio na sua residência, no centro histórico de Évora, que causou também ferimentos graves na mulher, de 91, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.
Um morto e um ferido grave em incêndio em Évora
De acordo com a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o incêndio destruiu na totalidade a sala da casa, localizada na Travessa do Cego, número 19.
.
Fonte policial adiantou à Lusa que o fogo poderá ter tido origem numa braseira e que o homem, que se encontrava acamado, terá morrido vítima de inalação de fumo.
.
A mulher, que sofreu intoxicação, foi transportada em estado grave para as urgências do Hospital de Évora, referiu a fonte do CDOS.
.
O alerta foi dado às autoridades às 14h40, tendo as operações de combate às chamas terminado cerca das 16h10.
.
Apesar de não existirem indícios de crime, a PSP comunicou o caso ao Ministério Público, tendo a investigação passado para a alçada da Polícia Judiciária, indicou a fonte da PSP.
.
As operações de socorro mobilizaram sete viaturas e 16 operacionais dos Bombeiros de Évora, PSP e de uma viatura médica de emergência e reanimação
Fonte: NM

Ministro Governo e médicos querem acabar com "pagamentos ilegais"


O ministro da Saúde, Paulo Macedo, disse esta segunda-feira haver “um grande consenso” entre a tutela, os médicos e os respectivos sindicatos, para evitar que se repitam “pagamentos pouco transparentes” a vários clínicos.
Governo e médicos querem acabar com pagamentos ilegais
"Nós [Ministério da Saúde], os médicos e os sindicatos queremos que estas situações não se repitam, porque são ilegais”, afirmou aos jornalistas, à margem da inauguração do novo hospital de Amarante.
.
Paulo Macedo comentava o facto de vários médicos terem recebido indevidamente incentivos financeiros, que ascendem a 1,3 milhões de euros, segundo uma investigação da Inspecção Geral das Actividades em Saúde (IGAS).
.
Fonte do gabinete do ministro da Saúde revelou à agência Lusa que já estão em curso medidas, no seguimento da acção inspectiva.
.
O ministro da Saúde sublinhou hoje o “grande consenso no sentido de que não se devem repetir” estas situações “pouco transparentes, que não deviam ter acontecido”.
Fonte: NM